Aumente seu Fluxo de Renda e Update Rápido Meu!

É eu sei que prometi escrever pelo menos duas vezes por mês pra dar um update no meu desafio de leitura, mas esse ano começou com desemprego e sinceramente, estava sem cabeça para escrever!

Com relação ao meu desafio de leitura: estou lendo sim. Já estou com quase 6 livros lidos. Estou lendo dois de uma vez: War and Peace e o de poesias de Vinícius de Morais. Mas resenhas de livros virão mais tarde.

Tô terminando um conto, que começou como um conto mas já está beirando a 10 mil palavras – tipo quadrupliquei a quantidade de palavras do conto -, e espero conseguir botar na primeira marcha para finishar ele em inglês e a tradução para a republicação no fim deste ano.

O conto “A Primeira Terra” está em fase de diagramação e capa, então espero ter esse conto muito psicodélico pra vocês até o fim do mês.

Tá eu sei que você quer realmente aprender algo novo!

Eu estou correndo aqui em casa e tentando organizar meu tempo – de novo – até porque estou me mudando – de novo -, para poder abranger, lazer (brincar de casinha com minha filha, ler, fazer exercício…), trabalho (que geralmente é feito de madrugada), escrever, dentre outras cositas más e para isso, comecei a escrever uma agenda detalhada de com vai ser meu dia até o fim do ano. Mais em frente quando eu terminar meu calendário quero mostrar a vocês como é que eu fiz.

O motivo para esse calendário é bem simples quero incorporar vários fluxos de renda para minha companhia.

Escritores Indi – ou independentes – se preocupam com todo o processo do livro desde como vai ser a capa até a edição final do mesmo. Alguns escritores inde fazem aliança com outros para auxiliar na edição e esses acabam fazendo parte até da finalização e publicação do livro.

Também há escritores que não publicam o livro sem ter a revisão e edição final de um profissional. Mas aí vai de cada um.

Contudo, nós escritores sabemos que, apesar de termos uma boa história para vender, existe uma possibilidade de que ele não venda bem – ou até quase nada – só pra ficar claro, não estou jogando mandinga em ninguém, tá? É que a realidade é realmente cruel.

Escritores independentes, portanto, não concentram sua fonte de renda em livros somente. Nós buscamos outras fontes onde também possamos bebericar. Porém essa tarefa não é tão fácil quanto parece. Pare e pense: já é difícil arrumar tempo para escrever um livro, como fazer para arrumar mais tempo para mais coisas?

Por isso que estou desenvolvendo essa agenda, com metas e objetivos a concluir diariamente. É uma forma de me manter em check ✅. Aliás, pensando bem, se você tiver um amigo escritor e fizerem esse calendário juntos vocês podem manter um ou outro em check ✅!

Mas quais são esses outros fluxos de renda? Veja abaixo uma listinha com coisas para você fazer!

  • Escrever mais livros: vamos começar pelo óbvio. escrever mais livros vai te dar mais formas de ganhar dinheiro. Séries e box sets (quando você vende a série completa) são formas ótimas de ganhar um dinheiro, porque leitores veem valia em seu produto.
  • Não existe só a Amazon: publique em outros sites como o Kobos, Apple books, Samsung books, entre tantas outras formas (vou criar aqui um post sobre todas elas seus benefícios e contras)
  • Invista no áudio: áudio books está crescendo no gosto do povo, poder ouvir seu livro favorito enquanto você pendura as roupas no varal não têm preço! Até da vontade de limpar a casa! A geração de multi-tarefadores está a todo vapor, investir em converter seu livro em áudio pode gerar um bom lucro.
  • Blogueie: blogs são ótimas formas de atrair público-alvo, e fazer mais uns trocados. Posso até chamar de cartão de visita, um lugar onde você pode mostrar quem você é no que você realmente é bom. Não precisa ser um blog sobre livros se você não quiser, pode ser sobre viagens, comida, maquiagem e até de como escolher roupas para sair no seu primeiro encontro, sei lá! Seja um ser criativo-criador, não se esqueça de finalizar seus posts com um lembrete de que você está por aí! E “compre meu livro” e tals.
  • Afilie-se: procure coisas de que você acha que valham a pena dividir e fazer uns trocados por anunciar no seu blog. Eu tenho afiliação com o Sriviner, mas meu blog ainda não está equipado para compras infelizmente, mas o futuro está a um piscar de olhos de distância, e equipar meu blog como uma fonte de renda está nos meus projetos.
  • Crie cursos: criação de conteúdo didático dentro da sua especialidade pode ser também uma adição para sua renda. Como o blog não há a necessidade de ser exatamente sobre o livro, mas alguma da qual você saiba fazer muito bem. Você pode criar vídeos como materiais didáticos e provinhas para testar o aprendizado dos seus alunos. Teachables é uma ótima plataforma para criação de cursos online, mas existem outras formas de se fazer também. (Mais sobre cursos em um futuro próximo)
  • Divida seus manuais: se você pensa em criar um curso com material didático e tals, porque não publica-los também? crie formatos em ebooks de seu conteúdo para vender. Se a maior parte do seu curso forem vídeos, use fotos e crie passos para o que você está ensinando. Não ficção é um gênero grande no mercado! Faça parte dele!
  • Divida seus segredos: Escrever um livro exige muito trabalho, uma sequência, pesquisas, imagens e muitas tentativas e erros. Se juntar tudo dá um livro! Pense nisso como o back stage do seu livro. Tem livros que eu adoraria saber como a ideia surgiu e como ela foi criada!
  • Dê palestras: Ensine pessoalmente. Eu não sou muito fá dessa modalidade, mas tem gente que gosta. Hoje, devido ao Covid, muitas dessas palestras migraram para o online em forma de webinars. Eu amo participar de webinars. E não só isso, uma palestra pode ser porta de entrada para vender outros produtos que você quer oferecer, que seja seu livro, um curso ou até mesmo consultoria. Que é meu próximo ponto.
  • Preste consultoria: Consultoria traz uma fonte de renda grande para muitos escritores, porque as pessoas que querem seu conhecimento não vão ter medo de pagar seu preço. (mas seja razoável também)
  • Podcasteie: Se você tem uma voz bonita (não necessariamente), se você sempre pensou em ser radialista, se você nunca gostou de câmeras, crie um podcast. Existem hoje em dia várias modalidades de podcast, histórias contadas, entrevistas (são as que eu mais gosto) discussões em diversos assuntos, tem um que eu gostei que é um grupo que joga RPG e eles jogam junto e descrevem o cenário e os equipamentos da missão em que estão. A forma como descrevem seus cenários é muito legal e uma forma bacana para praticar construção de mundo.
  • Youtubeie: Se você gosta de câmeras, e tem facilidade para criação de conteúdo para vídeos, seja um youtuber também. Você pode criar vídeos que possam dar entrada para a venda do seu curso online, ou de um livro seu.
  • Invista em tradução: Sim, eu sei, é caro pra danar. Mas é uma forma de você conseguir alcançar mais pessoas no mundo. Especialmente se a tradução for em inglês que é literalmente a língua mais falado no mundo (mais que o mandarim! E olha que tem Chines no mundo en!)

Acho que inclui todas as vertentes possíveis aqui nesse post! Me deixe saber o que vocês acharam da lista e se eu deixei algum de fora!

Vocês concordam de adicionar outras formas de renda para incluir a das vendas dos seus livros? O que é que você faz a mais?

Até a próxima pessoal!

Autor:

Amo ler, escrever, editar, traduzir, ensinar! Minha paixao e minha familia e sonho um dia em estar entre os 10 livros mais lidos do mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s