Autônomo vs. Serie! Qual é o tamanho do seu livro?

Escrevi, escrevi e me deparei com um livro o dobro da grossura de “It” (Stephen King). O que fazer agora?

Tente responder a essas perguntas:

1- Como você pretende vender seu livro? Publicação tradicional ou auto publicação? Autônomo ou serie?

2- Qual é seu público-alvo? Seu gênero?

3- Você quer publicar em busca de uma carreira na área ou você apenas quer publicar por prazer?

Essas perguntas são importantes para você definir o que fazer com a protuberância da criança. Se o tamanho do manuscrito é algo que está te incomodando, continue lendo.

Sua história está completa?

Na fase de preparação para começarmos um livro (para a maioria dos escritores), iniciamos com uma pergunta (problema) que vai carregar a história e terá de ser respondida até o final dela (solução).

Um descuido natural de um escritor iniciante é começar a escrever com um problema e acabar desenvolvendo outros ao longo da escrita, de uma forma que no fim do livro você tenha que lidar com múltiplos clímax e soluções que poderá deixar seu livro repetitivo, o leitor entediado e com expectativas frustradas de como terminará a história.

Por isso que a criança fica protuberançosa!

Geralmente uma boa história o personagem tem que lidar com basicamente dois problemas:

1 – Problema interior – Ele(a) lida com os problemas dentro dele mesmo, “Eu sou o maior inimigo de mim mesmo”;

2 – Problema exterior – Ele(a) lida com o vilão da história, quem quer que seja. Isso vai de gênero e assunto também.

Ah, mas o meu livro não é tããão grande assim

Se uma carreira de escritor é algo que você não pretende perseguir, tenha certeza de que não há nenhuma cena mal resolvida, algo não esclarecido, ou uma brechinha de enredo. Porque se tiver, isso poderá deixar e leitor pensando em uma sequência quando sua intenção é apenas um autônomo. Se você acredita que esse não é seu caso, bota fé aí que vai dar certo.

Série ou Autônomo?

Muitas publicadoras quando você submete um livro, esperam que você volte com uma sequência ou dois. A razão é simplesmente porque um autônomo vai perdendo vendas com o decorrer do tempo. Em contraste, quando o segundo livro de uma sequência é lançado, o primeiro livro “volta a vida”, podendo duplicar as vendas.

Livros autônomos tem seu próprio estilo e público-alvo. Já vi leitores comentarem que as vezes é melhor um livro autônomo com detalhes impecáveis e personagens de se apaixonar, do que uma serie com histórias repetitivas e personagens cansativos. Utilizando suas características de forma correta, esse também poderia gerar um ganho estável.

Abaixo estão algumas diferenças:

Autônomo verdadeiro

Um autônomo significa que a história não deixa questionamentos em aberto para uma sequência. Tudo é resolvido dentro do livro. Personagens e o mundo da história são únicos do livro. Nada dentro dessa história vai te ajudar a entender outro livro.

Acontece muito de escritores iniciantes acharem que estão escrevendo um autônomo, mas quando começam a escrever o segundo, eles percebem que na verdade escreveram o primeiro de uma serie.

Autônomo episódico

Nesse caso, cada livro tem foco o(s) mesmo(s) personagens principais. Muitas vezes o cenário é o mesmo de livro para livro ou pelo menos terá algum elemento de mundo que passara de um livro para o outro. Mas, (e aqui é o truque) cada livro é independente. Enquanto o protagonista vai mudando um pouco de livro para livro (ganha experiência ou envelhece, por exemplo), essas mudanças são sutis e não essenciais para o entendimento da história. Ler uma serie dessa de forma aleatória não vai ser muito diferente do que ler em ordem cronológica. Agatha Christie tem uma sequência assim com as histórias de Hercule Poirot.

Um exemplo de Serie Autônoma

Serie – Uma grande história

Esse tipo de serie pode ser vista como se fosse uma história longa, começando com um grupo de personagens que acompanhamos até o fim. Para entender um caso no livro #3 você terá de ler o primeiro livro. Você poderá rever algumas histórias dos livros anteriores no início de uma nova sequência, mesmo assim o leitor poderá perder informações importantes para a história se não começarem do primeiro livro.

Histórias coincidentes

Essa modalidade é uma serie, porem com qualidades de livro autônomo deixando o no meio termo.

Aqui, cada livro contém os mesmos personagens e cenário, mas normalmente cada livro pode ser lido como forma independente. Cada livro foca em um ou dois personagens de cada vez com os outros servindo de secundários. Feito bem, você poderá integrar a história de fundo no início de cada livro para que o leitor não perca nada de importante dos outros livros.

O Retorno

Entendo que talvez você não queira escrever uma série. Mas olhando num ponto de vista mais empreendedor, seu produto seria vendável do jeito que ele está agora? Ou talvez, se você for submeter seu manuscrito a uma editora, você sente que o tamanho do seu manuscrito irá influenciar na aprovação? São perguntas importantes a considerar quando escrevemos um livro.

Se você nem pensou no fator tamanho, dividi-lo em uma série talvez não seria uma má ideia, sem contar que o lucro em cima de uma série será bem maior do que o de um autônomo.

Que vantagem maria leva? Minha conclusão

Depende da Maria. É importante ressaltar que tudo depende da sua história. De você, na verdade. Eu particularmente tenho uma trilogia a caminho. Mas estou trabalhando em uma história para ser um autônomo.

Acho que a vantagem é que você pode testar todos e ver em qual você se sente mais confortável escrevendo.

Espero que tenha sido informativo! Qual é o melhor para você? Comentem abaixo o formato que gostam mais de escrever ou pensam em escrever.

Autor:

Amo ler, escrever, editar, traduzir, ensinar! Minha paixao e minha familia e sonho um dia em estar entre os 10 livros mais lidos do mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s